Saltar para o conteúdo

Xavi Pascual deixa FC Barcelona

Xavi Pascual deixa FC Barcelona

Depois de mais de uma década de ligação com os culés, Xavi Pascual vai deixar o FC Barcelona no final da presente temporada.

A 7Metros abordou Asier Oiarbide, diretor da Balonmano Actual, para falar sobre o impacto que o técnico espanhol teve no panorama andebolístico de “nuestros hermanos”.

Xavi Pascual deixa FC Barcelona

A SAÍDA DE UM LÍDER

Enquanto termina uma temporada imaculada em termos de resultados para o FC Barcelona, ​​a notícia de que Xavi Pascual não será o seu treinador na próxima temporada foi confirmada em vários meios de comunicação. Após 11 temporadas e mais de 50 títulos, o treinador e a nova direção concordaram em cortar o contrato que os ligava até 2022.

Às portas dos quartos de final da Liga dos Campeões, o maior desafio que os espanhóis têm todos os anos, era sabido que a relação entre Xavi Pascual e a nova direção não era muito boa. Isso não quer dizer que tenha deixado de ser uma decisão questionável, já que apesar das críticas que tem recebido nos últimos anos, o espanhol tem sido um treinador que deu muito ao clube. Tanto no jogo como no crescimento dos seus jogadores, Xavi Pascual tem desempenhado um papel fundamental.

Como se pode criticar um treinador que conquistou mais de 50 títulos, incluindo 2 Ligas dos Campeões? É a pergunta que me faço. Atualmente, a Champions League vive uma das suas edições mais equilibradas, na qual um mau jogo pode-te deixar fora da luta pelo título. E em 2020 foi o caso do FC Barcelona, ​​depois de vencer todos os jogos que disputou ao longo do ano, o único que perdeu foi aquele, o último. Final da Liga dos Campeões contra os alemães do THW Kiel.

Um revolucionário do jogo

A situação que o FC Barcelona vive desde o desaparecimento de outros clubes poderosos da Espanha, como o Atlético Madrid ou o Portland San Antonio, não é nada simples. Desde que Xavi Pascual assumiu o comando da equipa em 2009, viu como o andebol espanhol continuava a basear o seu jogo na habilidade tática e num jogo mais elaborado, enquanto que a Liga dos Campeões caminhava para um jogo mais físico e às vezes menos elaborado. E Xavi Pascual encontrou o seu papel entre os dois caminhos.

Com um elenco feito para vencer tudo, obviamente, soube implementar o jogo tático que caracteriza as equipas espanholas, com a capacidade física exigida pela Liga dos Campeões e suas equipas participantes. É por isso que o FC Barcelona se tornou a melhor equipa da Europa nos últimos anos, embora não tenha conseguido festejar com um título europeu. E a prova disso são os resultados.

Em 2020, perdeu apenas 1 jogo de todos os que disputou. E até o momento, na temporada 2020/2021, não foi derrotado na Liga dos Campeões. Os 15 jogos disputados são contabilizados como vitórias. E como se não bastasse, os treinadores desta edição elegeram o espanhol como o melhor treinador da temporada. Ele, sim, Xavi Pascual. O treinador de quem o FC Barcelona se vai livrar no verão.

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Leonardo Bordonhos

Membro da equipa desde 2018, o Leonardo concilia as posições de Diretor de Redação e Redes Sociais da 7Metros. Ganhou o gosto pelo andebol quando começou a praticar a modalidade no Almada AC, e desde então procura fazer crescer o desporto em Portugal. Licenciado e Mestre em jornalismo desportivo, podem acompanhá-lo no Twitter: @leo_bordonhos