Saltar para o conteúdo

Vive Kielce 32-30 FC Porto: 1ª parte menos boa trama Porto na Polónia

FC_PORTO_KIELCE

O FC Porto saiu derrotado do encontro na Polónia contra o Lomza Vive Kielce, por 32-30, num jogo que contou para a 10ª jornada do Grupo A da fase de grupos da EHF Champions League. A equipa Portuguesa entrou bastante mal na partida, cometendo alguns erros tanto ofensivamente como defensivamente e aos 7 minutos já se via em desvantagem por 4 golos (6-2) e rapidamente Magnus Andersson foi obrigado a pedir um time-out de forma a tentar resolver os problemas da equipa.

Após o time-out notaram-se algumas melhorias no ataque azul e branco, com a entrada de Rui Silva a oferecer maior critério e dinâmica ao ataque, mas os erros cometidos na recuperação defensiva – 3 golos sofridos no contra golo sem guarda-redes na baliza – em conjunto com a falta de agressividade demonstrada na defesa e as prestações menos boas dos guarda-redes, impediram o Porto de se aproximar no marcador. Assim, o Kielce que ia tendo Alex Dujshebaev em grande destaque, saiu para o intervalo na frente por 19-14.

Os quinze minutos iniciais da 2ª parte foram bastante parecidos com toda a 1ª parte e era notório que o Kielce estava confortável na frente e ia controlando a partida. Por volta dos 45 minutos iniciou-se a reação portista que, por duas vezes, conseguiu reduzir a desvantagem para 2 golos e apenas devido a um desacerto na hora de rematar não conseguiram aproximar-se mais. Para os minutos finais o treinador do Porto decidiu arriscar com o 7 contra 6 e por muito pouco não foi uma excelente jogada conseguindo chegar a apenas 1 golo de desvantagem (31-30) mas no momento da decisão Daymaro Salina vacilou num remate aos 6 metros. O último ataque pertenceu à equipa Polaca que acabou por estabelecer o resultado final de 32-30.

O Porto fica assim a lamentar a má primeira parte, onde os erros defensivos e o menor acerto na hora de rematar à baliza foram determinantes para o Kielce criar o fosse. O Kielce está assim no 1º lugar do grupo A com 15 pontos em 9 jogos, enquanto que o Porto se encontra no 5º lugar com 8 pontos em 10 jogos. Alex Dujshebaev, lateral-direito do Kielce, fo o grande destaque individual da partida, com 10 golos em 13 remates. Do lado do Porto Rui Silva e Victor Iturriza foram os mais esclarecidos com 6 golos cada, em 7 e 6 remates respetivamente.

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Tomé Brito