Saltar para o conteúdo

M20 EHF Euro: Sérvia leva bronze

SWE x SRB, em Matosinhos, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos
Foto: Federação de Andebol de Portugal

Chegou ao fim o M20 EHF Euro 2022, com a seleção espanhola a bater Portugal na final e a sagrar-se campeã europeia. Nos jogos seguintes, a Sérvia leva o bronze para casa, enquanto a Hungria termina em quinto lugar.

escrito por João Perfeito e Diogo Gonçalves

Forte início sérvio tira bronze à Suécia

A Sérvia venceu a Suécia por 30-26  no jogo de atribuição do 3º e 4º lugar da competição, garantindo desta forma a medalha de bronze. Já na Main Round o conjunto balcânico tinha batido o conjunto escandinavo por 32-27 .

Antes deste europeu, Jugoslávia, Sérvia e Montenegro, juntas, tinham conquistado por uma vez todos os quatro primeiros lugares deste europeu. Desde 2012 que a Sérvia não ganhava qualquer medalha num Europeu ou Mundial de andebol masculino de qualquer escalão. Com este triunfo, a Sérvia pôs fim ao maior jejum da sua história (juntando os resultados da Jugoslávia) desde que o andebol se tornou modalidade olímpica em 1972.

A Suécia apenas tem  Dinamarca, Espanha e Alemanha (todos com seis) com mais top4 nesta competição. Com duas medalhas de prata e três quartos lugares, ainda não foi desta que o conjunto escandinavo venceu um jogo decisivo do top4 nesta competição.

A primeira parte quase pareceu ser tirada a papel químico da 1.ª jornada da Main Round, em que ambas as equipas se defrontaram. Aos 19 minutos a Sérvia vencia por esclarecedores 13-5. Tal como no jogo da Main Round, o conjunto sueco marcou mais golos nos últimos 10 minutos que nos primeiros 20, e reduziu para 17-12.

Na segunda parte a Suécia reagiu e aos 38 minutos perdia por 20-18. Contudo, esteve sem marcar nos últimos quatro minutos do primeiro quarto de hora, o que permitiu à formação balcânica recuperar os cinco golos de vantagem. A Sérvia, entre o minuto 54 e 56, fez um parcial de 3-0, o que permitiu alargar a diferença para sete tentos (30-23). Nos últimos quatro minutos a formação nórdica devolveu o mesmo parcial, fechando as contas com 30-26, favorável ao conjunto Sérvio.

Tal como no jogo do Main Round a formação Sérvia revelou nos seis metros a sua grande arma para o sucesso, com 14 concretizações em 18 remates. Aos nove metros, a equipa voltou a não estar feliz com nove golos em 22 tentativas. Os seis golos através de remates das pontas foram também importantes para dar maior variedade ao seu jogo. Milos Kos, com oito golos em 15 remates, foi o artilheiro de serviço. Destacou-se também a exibição do guarda-redes Marko Mrdovic com nove defesas em 21 remates (43% de eficácia) que permitiu suplantar os apenas 12% do seu colega Savo Zekic.

Johan Ericsson com seis golos em seis remates (todos ao seis metros) foi o melhor marcador da Suécia. A equipa manteve as tendências do jogo da main round. A equipa esteve bem nos seis metros, com 13 golos em 19 tentativas, mas aos nove metros marcou apenas seis golos em 22 tentativas (27,27% de eficácia). Apesar de ter conseguido marcar cinco vezes de sete metros, não foi suficiente para arrecadar o bronze.

Hungria vence a seleção francesa e conquista o 5.º lugar

No último dia de M20 Euro 2022, os húngaros defrontaram a Seleção da França naquele que era o jogo de atribuição do 5.º ao 8.º lugar. A Hungria levou a melhor ao vencer por 29-35.

Na fase inicial do jogo, foi a França a entrar a vencer e a seguir na frente do marcador, mesmo assim, a Hungria não permitiu que os franceses dilatassem a vantagem, mantendo-se sempre com a diferença de apenas um golo. Prova disso, é que aos 21 minutos a Hungria assumiu a frente do marcador (10-11). Até ao intervalo os franceses não conseguiram dar a volta ao resultado, vantagem de dois golos para a Hungria (14-16). 

Na segunda parte, os Húngaros ganharam um balão de oxigénio com a recuperação do resultado e nestes últimos 30 minutos estiveram sempre na frente do marcador. Algumas falhas técnicas fizeram com que a França não conseguisse manter o equilíbrio no marcador. A Hungria manteve a mesma postura e conseguiu vencer por 29-35.

O melhor marcador do jogo foi o húngaro Peter Lukacs, com sete golos apontados. Com este resultado, a Hungria conquista o 5.º lugar neste Euro, já a França classificou-se na 6.ª posição.

Alemanha leva oitavo lugar

A Alemanha entrou melhor, mas o conjunto dinamarquês reagiu e conseguiu chegar à liderança após um período de desnorte germânico. A formação alemã respondeu e empatou a dez aos 22 minutos de jogo. As duas equipas trocaram lideranças e igualdades, até que os germânicos chegaram aos dois tentos de diferença, vantagem com que recolheram ao intervalo

A segunda parte manteve a mesma toada, com a Alemanha a manter uma vantagem entre um e dois golos. Uma sequência de 6-2 colocou a diferença em 25-30, o que acabou por ser o momento decisivo para o resultado final da contenda

Thomas Sommer Arnoldsen (Dinamarca) contribuiu com dez golos e cinco assistências. Na Alemanha, o guardião, Lasse Luwig contabilizou 13 defesas e Tim Freihöfer conseguiu oito golos

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Leonardo Bordonhos

Membro da equipa desde 2018, o Leonardo concilia as posições de Diretor de Redação e Redes Sociais da 7Metros. Ganhou o gosto pelo andebol quando começou a praticar a modalidade no Almada AC, e desde então procura fazer crescer o desporto em Portugal. Licenciado e Mestre em jornalismo desportivo, podem acompanhá-lo no Twitter: @leo_bordonhos