Saltar para o conteúdo

Euro 2022: Tudo ou nada para os “Heróis do Mar”

Euro 2022: Tudo ou nada para os "Heróis do Mar"

É já este domingo, pelas 17 horas (RTP2), que a seleção nacional de seniores masculinas disputa o seu segundo jogo no EHF Euro 2022, desta feita contra a equipa anfitriã, a Hungria.

Ambas as equipas entram para este encontro vindas de derrotas e necessitam do triunfo para manterem vivas as esperanças de qualificação para a Main Round da competição. António Areia, ponta-direita do FC Porto, destacou, em declarações ao site da Federação de Andebol de Portugal, as individualidades dos húngaros, mas mostrou confiança na equipa das Quinas:

Eles têm muitas individualidades, não só o Máté Lékai mas têm outros jogadores que jogam no Veszprém também, inclusive dois dos defesas centrais deles [Ádrian Sipós e Patrik Ligetvári], e outros jogadores húngaros que estão em grande forma como o Dominik Máthé, lateral direito que se encontra a jogar no Elverum. Acho que eles individualmente têm grandes jogadores mas nós também temos jogadores experientes que atuam em grandes equipas e se batem na Europa durante todo o ano”

Euro 2022: Tudo ou nada para os "Heróis do Mar"

Tal como o selecionador nacional, Paulo Jorge Pereia, afirmou no final do encontro passado, Portugal não se encontra na melhor forma física e isso é um fator importante para o embate deste domingo dada a força física apresentada pelo conjunto húngaro.

“Espero um tipo de dificuldade diferente [da do jogo inaugural com Islândia], pois a Hungria tem outras armas e outra forma de jogar, com jogadores mais possantes, com maior peso e envergadura. Vai ser diferente”

A jogar em casa – o EHF Euro 2022 decorre na Eslováquia e na Hungria – e terá aproximadamente 20.000 adeptos no pavilhão de Budapeste, um fator positivo para os magiares, mas que também pode levar a uma pressão superior, como afirma o timoneiro luso:

“O Euro 2020 foi espetacular, quer para nós, quer para a Hungria, que entrou mal no Euro 2022, a jogar em casa, mas em que tem um objetivo claro que não é só passar ao “main round”  e isso também pode jogar a nosso favor”

O selecionador é perentório relativamente à importância do embate:

“É o tudo ou nada para nós. Não acredito em milagres, mas em melhorar todos os dias e acreditar que a seleção portuguesa pode representar dignamente o país”

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Leonardo Bordonhos

Membro da equipa desde 2018, o Leonardo concilia as posições de Diretor de Redação e Redes Sociais da 7Metros. Ganhou o gosto pelo andebol quando começou a praticar a modalidade no Almada AC, e desde então procura fazer crescer o desporto em Portugal. Licenciado e Mestre em jornalismo desportivo, podem acompanhá-lo no Twitter: @leo_bordonhos