Saltar para o conteúdo

EHF Euro: Portugal diz adeus após nova derrota

EHF Euro: Portugal diz adeus após nova derrota

Chegou ao fim a caminhada dos “Heróis do Mar “no EHF Euro 2022. Após a vitória islandesa sobre a Hungria, Portugal precisava de vencer os Países Baixos por dois golos de diferença, mas acabou por perder por 32-31.

Tal como acontecera anteriormente, Portugal entrou melhor e marcou o primeiro golo do encontro. Contudo, os neerlandeses responderam e não demoraram a passar para a frente do marcador, controlando o resultado durante longos minutos dada a falta de eficácia lusa.

Com a obrigatoriedade de vencer, a equipa das Quinas tentou responder, mas mostrava dificuldades em parar a velocidade dos Países Baixos. Gustavo Capdeville mostrava estar “endiabrado” e colecionava defesas, mantendo Portugal no jogo, mas ao intervalo o marcador assinalava 17-13 para o adversário.

EHF Euro: Portugal diz adeus após nova derrota

Os Países Baixos voltaram mais concentrados do descanso e depressa chegaram aos cinco golos de diferença pela primeira vez no encontro. O sonho da Main Round estava cada vez mais longe para os “Heróis do Mar”, que mostravam muita passividade defensiva e falta de eficácia no ataque.

No entanto, a perder por 29-26 a cinco minutos do final, Portugal galvanizou-se e reentrou na luta pelo apuramento graças a um parcial de 5-1. Gilberto Duarte voltou a trazer intensidade vindo do banco e aos 58 marcou o golo que dava a vantagem à formação lusa (31-30), mas os Países Baixos aproveitaram a vantagem numérica no último minuto para darem a volta e vencerem em cima do apito final, garantindo a sua passagem à Main Round do EHF Euro 2022.

Victor Iturriza foi o melhor marcador português com sete golos marcados, mas a grande figura foi Gustavo Capdeville, que terminou a partida com 12 defesas e uma eficácia de 32%.

Equipa fala em rever o que correu mal no Euro

No final do encontro, o selecionador Paulo Jorge Pereia mostrou-se triste com o desfecho, mas assumiu responsabilidade pelos resultados:

“Saio daqui com um sentimento de amargura. Devíamos ter feito um pouco mais, tendo em conta que tivemos a oportunidade à nossa frente e não fomos capazes. Fomos, de certa forma, indisciplinados no jogo, tentamos seguir o plano mas depois não fomos pacientes [no ataque]. Em termos defensivos sabíamos muito bem onde é que teríamos o problema e jogamos completamente diferente na defesa, embora a transição continue a ser um problema na segunda parte. Acho que melhoramos bastante na questão dos duelos e na nossa forma de estar no jogo. A forma que nós preparámos o jogo se calhar não foi a mais idónea, eu assumo o erro como treinador, provavelmente não seriam aquelas as soluções para o jogo e, nestes casos, o treinador tem que assumir quando as coisas correm mal”

Rui Silva afirmou que a equipa tem que olhar para o que aconteceu no Euro e tirar ilações:

“É um sentimento de frustração. Queríamos e devíamos ter feito mais. Não podemos tentar arranjar desculpas, as equipas acabaram por merecer ganharem-nos. Hoje tivemos o jogo quase todo atrás do resultado e não podemos. Temos de fazer mais, sem arranjar desculpas. Temos de ter autocrítica e perceber onde estamos a falhar”

Gustavo Capdeville, um dos atletas em maior evidência por Portugal ao longo do Europeu, considera:

“Fica a nossa atitude, paixão e garra. Não nos sorriu e os Países Baixos fizeram um grande jogo. Independentemente se joguei bem ou mal, olho mais para o coletivo. Queria sair daqui com uma vitória, pelo menos. Fico triste”

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Leonardo Bordonhos

Membro da equipa desde 2018, o Leonardo concilia as posições de Diretor de Redação e Redes Sociais da 7Metros. Ganhou o gosto pelo andebol quando começou a praticar a modalidade no Almada AC, e desde então procura fazer crescer o desporto em Portugal. Licenciado e Mestre em jornalismo desportivo, podem acompanhá-lo no Twitter: @leo_bordonhos