Saltar para o conteúdo

EHF EURO Feminino: Equilíbrio pauta o dia

EHF EURO Feminino: Equilíbrio pauta o dia
Image by: kolektiffimages

No segundo dia do EHF Euro feminino, Hungria, Croácia, França, Montenegro, Dinamarca e Eslovénia estrearam-se no Europeu 2020, com o equilíbrio a ser a palavra-chave em dois dos três encontros.

França-Montenegro

As campeãs da Europa apanharam um susto no seu primeiro jogo da competição, ao vencerem a equipa montenegrina por apenas um golo de diferença.

O encontro começou marcado por igualdades sucessivas, mas com um ascendente por arte de Montenegro, que se confirmou quando, aos dez minutos, equipa conseguiu um parcial de 6-1, que fez o resultado disparar de 3-3 para 4-9.

No entanto, do outro lada estava, nada mais, nada menos, que a campeã europeia em título, e as comandadas de Olivier Krumbholz responderam ao empatarem o encontro a 11, já dentro do último minuto do primeiro tempo. Ainda assim, ao intervalo a vantagem era de Montenegro, graças a um golo de Jelena Despotovic.

O segundo tempo começou e foi novamente a seleção montenegrina que entrou mais forte, ao voltar a criar um fosse de três golos. Contudo, voltou a não ser o suficiente, e França chegou mesmo à vantagem pela primeira vez por intermédio de Aissatou Kouyate, que assinou o 21-20 aos 52 minutos.

Até ao final, Montenegro tentou regressar à liderança, mas foi mesmo a turma francesa que carimbou um triunfo suado na sua estreia no Euro 2020.

Hungria-Croácia

Tanta sorte não teve a Hungria que, apesar dos nove golos de Katrin Gitta Klujber, foi surpreendida pela Croácia, que venceu por 22-24.

Novamente, a palavra chave deste encontro foi o equilíbrio que ambas as equipas demonstraram. Os minutos iniciais ficaram marcados por trocas de liderança constantes, com ambas as equipas a desperdiçarem vantagens de dois golos. A húngara Klujber ia-se mostrando como uma das atletas mais interventivas em campo, e a 45 segundos do intervalo assinalou o 12-12, resultado com que os dois conjuntos recolheram aos balneários.

EHF EURO Feminino: Equilíbrio pauta o dia
Image by: kolektiffimages

Na segunda parte a lateral-direita voltou a entrar com tudo, ao dar a vantagem à Hungria, mas a Croácia respondeu e chegou à igualdade momentos depois. Os minutos que se seguiram espelharam a forma como as duas equipas se encaixavam, mas isso mudou à passagem do minuto 49, altura em que o conjunto croata conseguiu um parcial de 4-0 que colocou o resultado em 19-23, e colocou um ponto final no jogo.

Nos minutos finais a seleção húngara ainda tentou o empate, mas as croatas conseguiram gerir o resultado e venceram por 22-24, conseguindo os seus primeiros pontos nesta edição do Euro 2020, frente à sétima classificada do Europeu de 2018.

Dinamarca-Eslovénia

O último jogo do dia acabou por ser o mais desequilibrado, com a Dinamarca a bater a sua congénere eslovena por sete golos de diferença, 30-23.

A Eslovénia marcou primeiro, mas aos dez minutos a vantagem dinamarquesa já era de quatro golos, 8-4. Apesar da ligeira reação eslovena, que ainda conseguiu reduzir a diferença para dois golos, ao intervalo era a Dinamarca que seguia na frente, 14-12, com a ponta-direita, Trine Ostergaard Jensen, e a lateral-esquerda do Gyori, Anne Mette Hansen a serem as duas jogadoras que mais se destacavam.

Com uma vantagem de dois golos ao entrar para os segundos 30 minutos, as atletas de Jesper Jansen não abrandaram o ritmo e foram construindo uma vantagem que atingiu os sete de diferença pela primeira vez aos 45 minutos. Apesar de ainda ter diminuído até aos cinco à entrada para os dez minutos finais, as tricampeãs do mundo concluíram o jogo com um fosso de sete, 30-23 foi o resultado.

Individualmente é preciso destacar Trine Jensen (cinco golos em seis remates), e também Kristna Jorgensen, a lateral-esquerda que marcou cinco golos em nove tentativas e foi eleita a melhor em campo.

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Leonardo Bordonhos

Membro da equipa desde 2018, o Leonardo concilia as posições de Diretor de Redação e Redes Sociais da 7Metros. Ganhou o gosto pelo andebol quando começou a praticar a modalidade no Almada AC, e desde então procura fazer crescer o desporto em Portugal. Licenciado e Mestre em jornalismo desportivo, podem acompanhá-lo no Twitter: @leo_bordonhos