Saltar para o conteúdo

Boa -Hora 22–24 Vitória FC : Vitória vence Boa-Hora

WhatsApp Image 2020-10-03 at 20.39.59 (1)

O Vitória FC deslocou-se até ao Pavilhão Fernando Tavares para defrontar e vencer o Boa-Hora FC/Roff, em jogo a contar para a quarta jornada do Campeonato Placard Andebol1.

Um jogo que começou muito emotivo, com os primeiros golos a serem marcados através da linha de 7 metros.  À procura da primeira vitória no campeonato, o Boa-Hora apostava num jogo bastante rápido, com saídas rápidas.

No Pavilhão Fernando Tavares assistia-se a duas equipas com uma grande disponibilidade física, com grandes defesas por parte dos guarda-redes e grandes execuções.

Os sadinos iam fechando bem a sua baliza e o Boa – Hora ia desperdiçando vários ataques, com muitas falhas técnicas, o que levou ao minuto 23 a primeira pausa técnica da partida solicitada por Nuno Alvarez, numa altura que o Vitória alargava a vantagem por quatro golos, 8-12 marcava o placar.

Era através de Victor Talmazan, que era exímio na execução, tendo acabado como melhor marcador da partida com sete golos, que o Boa-Hora  ia encontrado solução no ataque.

A cinco minutos do fim da primeira parte, o Boa – Hora aproveitou as exclusões de Pedro Padre e Nuno Gonçalves, para diminuir a desvantagem para dois golos, a primeira parte que terminava com um 11-13.

A segunda parte começou novamente com grandes defesas tanto de Alan e Bruno Silva.  Foi Gonçalo Grácio, o primeiro a conseguir fazer o marcador mexer na segunda parte.

O Vitória  a entrar forte e a conseguir aumentar novamente a vantagem para quatro golos.  Foi apenas aos 6 minutos que o Boa-Hora marcou, através de Victor, mais uma vez a ser eficaz no ataque.

Os vitorianos fechavam bem defensivamente e o Boa-Hora, a precipitar o ataque, não era capaz de aproveitar as situações de superioridade numérica.

Nos minutos finais, o Boa-Hora conseguiu diminuir a desvantagem apenas por um golo, chegando mesmo a ter o empate nas mãos de Benjamin Illesca, mas o chileno a facilitar demasiado.

No minuto seguinte João Garcia chamou os seus jogadores ao banco, para acalmar a equipa. E foi Nuno Gonçalves que levou essa calma para dentro da quadra na altura decisiva a assumir o jogo e a fixar o resultado final de 22-24.

No final da partida em declarações à 7Metros, o guarda-redes do Boa-Hora, Bruno Lima, afirmou que a equipa teve dificuldades na hora da finalização:

“A equipa precisa de melhorar muito o ataque e isso ficou bem claro neste jogo. Foi um jogo sofrido, errámos na hora decisiva e isso fez toda a diferença no final do jogo. Esta equipa jovem tem muita vontade de jogar e aprender e queremos entrar todos os jogos a pensar na vitória independente do adversário.”

O treinador- adjunto do Vitória, Francisco Bacalhau, saiu satisfeito com a vitória, e garante um Vitória ambicioso para a temporada:

Viemos aqui ao boa Hora jogar com uma equipa que está bem organizada, uma equipa jovem, mas que felizmente conseguimos anular os principais aspetos deles e assim conseguimos a vitória.Temos que ser ambiciosos, o campeonato vai ser muito disputado. Se conseguirmos manter a equipa estável emocionalmente, acho que podemos fazer uma surpresa e dar um bom alento ao andebol português. 

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Beatriz Frade

Membro da equipa desde 2020, a Beatriz é licenciada em jornalismo pela Universidade Católica. Procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportiva, conciliando o melhor dos dois mundos: a escrita e o desporto.