Saltar para o conteúdo

Adolfo Aragonés renuncia ao cargo de presidente da Liga ASOBAL

WhatsApp Image 2020-08-26 at 22.04.09

O presidente da Associação Espanhola de Clubes de Andebol (ASOBAL), Adolfo Aragonés, apresentou a sua demissão a “pedido da Comissão Delegada.”

O presidente da Associação Espanhola de Clubes de Andebol, Adolfo Aragonés, anunciou a sua demissão e deixou  a presidência para a qual tinha sido  reeleito no passado dia 7 de março.

Adolfo Aragonés tinha sido reeleito numa terceira votação por uma estreita maioria de oito votos a favor e sete contra, com uma abstenção de 16 membros da Associação de Clubes.

O problema surge quando na semana seguinte à votação, os sete clubes que votaram contra pediram a sua demissão, alegando um comportamento antidemocrático e falta de comunicação na sua gestão.

Adolfo Aragonés renuncia ao cargo de presidente da Liga ASOBAL

Esta crise levou a que clubes como o Barcelona e o Logroño deixassem de ser membros da ASOBAL.

Por agora, os clubes da associação acordaram que agora não haverá eleições. De acordo com os estatutos da ASOBAL, será o primeiro vice-presidente, Francisco Pérez, presidente da Puente Genil, quem assumirá o cargo.

A intenção é que agora se abra um período de tranquilidade e é importante concentra-se noutros aspetos, visto que a competição em Espanha começa já este fim-de-semana com a Supertaça de Benidorm, onde o Barcelona de Luís Frade vai enfrentar o Club Balonmano Benidorm.

Numa carta enviada à ASOBAL, Adolfo Aragonés, espera que esta decisão consiga unir todas as equipas que integram a liga:

“Espero e desejo que a minha demissão sirva como elemento unificador dos Clubes da Associação, aos quais dediquei todos os meus esforços e aos quais desejo os maiores sucessos no futuro.”

Partilha nas Redes Sociais!

Deixe um comentário





Interessado em impulsionar o Andebol?

O principal objectivo da 7M é promover o Andebol, tanto a nível Nacional, como Internacional, seja Feminino ou Masculino.

Beatriz Frade

Membro da equipa desde 2020, a Beatriz é licenciada em jornalismo pela Universidade Católica. Procura construir os alicerces de uma futura carreira como jornalista desportiva, conciliando o melhor dos dois mundos: a escrita e o desporto.